Portal do Governo Brasileiro
X

BUSCA

ADE CoGemfri

Composição

O Arranjo ADE CoGemfri, Colegiado em Gestão da Educação, congrega 11 municípios: Balneário Piçarras, Balneário Camboriú, Bombinhas, Camboriú, Ilhota, Itajaí, Itapema, Luiz Alves, Navegantes, Penha e Porto Belo.

Parceiros

Foi feito o acordo de cooperação, que inclui vários parceiros – inicialmente o Instituto Positivo e AMFRI e depois a Federação da Indústria de Santa Catarina (FIESC).

Histórico

Antes mesmo de pensar em ter um Arranjo, a AMFRI já mantinha reuniões frequentes entre os municípios em um colegiado específico para tratar do tema da Educação.

Em um dos encontros desse colegiado, no ano de 2016, os participantes discutiram a viabilidade de instaurar um Arranjo na região a fim de ampliar ainda mais as ações colaborativas entre as secretarias, potencializando o trabalho entre eles.

Na mesma época, estava sendo colocado em prática um projeto ousado de planejamento na região juntamente a essa associação de municípios: o “Projeto InovAmfri”. Por meio de uma parceria com Singapura, o projeto se propõe a planejar o futuro da Região da Foz do Rio Itajaí, integrando os municípios e propondo soluções inovadoras para os desafios do desenvolvimento econômico, da gestão pública e da mobilidade urbana, tudo isso para torná-la um modelo de região inteligente do Brasil.

Para viabilizar as iniciativas, a coordenação do projeto contou com o apoio de um conselho consultivo formado por dez entidades locais, estaduais e nacionais que acompanharão a evolução das ações.

Em meio a este contexto de organização territorial, a metodologia dos Arranjos pareceu aos Secretários de Educação ser mais uma oportunidade para incrementar as ações da região no campo educacional.

Diagnóstico

No diagnóstico, foram identificados os campos de maior desafio para a Educação da região: a Educação Infantil, a Educação de tempo Integral, a Educação de Jovens e Adultos, a Educação Especial e a valorização do professional de magistério. Dentro da Educação Infantil, os principais pontos de atenção são a infraestrutura, o currículo e a organização da Educação infantil.

Governança

A partir do protocolo de intenções firmado no ato de constituição do ADE CoGemfri, foi definido que haveria grupos de trabalho definidos. Neste Arranjo os Secretários de Educação são os membros natos e ainda há três instâncias de discussão: a plenária, as coordenações e o conselho consultivo.

Existem ainda as coordenações técnico-administrativa, técnico-pedagógica, a financeira e a de logística. Há também um conselho consultivo formado pelo presidente da AMFRI (que é ocupado sempre por um prefeito), o Secretário Executivo da AMFRI e os Secretários de Educação. A AMFRI ainda conta com uma consultora educacional que também atua no contexto do ADE.

Objetivos

  • Adquirir e implantar lousas digitais em 100% das Escolas de Ensino Fundamental da Rede Municipal de Ensino;
  • Melhorar a qualidade da Educação Infantil;
  • Ampliar o contraturno para efetivar escolas em tempo integral;
  • Melhorar a infraestrutura das escolas.

Metodologia

  • A discussão de potencialidades entre os municípios e a busca pela disseminação das boas práticas;
  • O Arranjo está fundamentado em um referencial teórico baseado na Pedagogia de Paulo Freire.

Resultados alcançados

  • Aumento da visibilidade dos trabalhos da área da Educação;
  • O tema “Educação” passou a ser discutido publicamente na região;
  • Possibilidade de se trabalhar com mais parceiros;
  • Aprendizado sobre como trabalhar em Regime de Colaboração.

Contato